Conheça alguns clássicos dos vários rádios de Ondas Curtas disponíveis para Radioescuta

A prática da radioescuta requer um componente básico, que é naturalmente o receptor. O rádio é na realidade o meio através do qual se pratica o hobby de se sintonizar emissoras internacionais de ondas curtas. É importante desmistificar o hobby, como se fosse obrigatório a aquisição de modelos sofisticados e de custo elevado, pois desde o inicio da era do rádio, se pratica a radioescuta com os mais diversos tipos de rádio, desde valvulados e transistorizados, até os mais modernos microprocessados, e atualmente, até modelos que utilizam técnicas de processamento de sinais digitais.

O mais importante, é o equilibrio entre o receptor, o local onde se realizam as captações e a antena a ser utilizada. O conjunto ideal, é o que o radioescuta considera como apropriado a seus objetivos, por isso, é que não existe o melhor rádio. Aqui estão apenas alguns exemplos de receptores que podem ser utilizados para a prática da radioescuta os quais já tive a oportunidade de utilizar.

 
Varredura da faixa de 19 metros durante um sábado a tarde, demonstrando a ocupação das frequências através de diversas emissões do mundo inteiro.

 
Varredura de banda (band scan) em 25 metros durante um típico sábado a tarde, para demonstrar a recepção de diversas emissoras do mundo inteiro, e também algumas regionais brasileiras.


Philco Transglobe B-481-3
Sony ICF-SW7600GR
Degen 1103
Grundig YB400-PE
Sony ICF-2010
ICOM IC-R75
Sangean ATS-909

Sony ICF-2001

.

Philco Transglobe B-481-3

Este rádio é um clássico, apesar de funcionar a pilhas opcionalmente, é considerado um modelo “de mesa”, devido as suas dimensões e peso. Fabricado no Brasil na década de 80 para exportação inclusive, este receptor é analógico composto por 15 transistores e cobre 7 faixas de ondas curtas além de Ondas Médias e FM. Apesar de não ter nenhum recurso adicional para possibilitar captações mais complexas ( pré amplificação de sinal por exemplo, seleção de filtros, modo SSB etc ), foi projetado para produzir um som de qualidade ao sintonizar as emissoras internacionais de média para alta potência. Ideal para ouvir as emissoras de forte presença de sinal. Para se ter uma idéia prática de suas dimensões, o mesmo está apresentado junto com um rádio digital portátil da Sony ICF-SW35 e um livro ao seu lado.

MVC-065F
Philco Transglobe B-481-3


Sony ICF-SW7600GR

A reconhecida marca mundial Sony, produz receptores de ondas curtas digitais de ótima qualidade, que cobre desde uma escuta casual até a procura de estações mais distantes (DX). Este pequeno receptor, é uma das atuais melhores equações custo x benefício do mercado e da própria linha Sony. É portátil, apresenta sintonia digital direta através de seu teclado, ou procura automática de estações, sendo capaz de sintonizar em modo SSB. Este modo normalmente é utilizado por radio amadores mas pode ser utilizado para auxiliar algumas escutas mais difíceis. Além de extremamente prático para viagens, vem com uma antena de “carretel” com 5 metros de fio a ser esticado em qualquer ambiente onde a antena telescópica não é suficiente para captar o sinal desejado. A cobertura se inicia nas Ondas Longas, passando pelas Ondas Médias até 30MHz – final da faixa de Ondas Curtas – porém, de forma contínua. Ainda sintoniza a faixa comercial de FM. O destaque para este receptor é a utilização da detecção síncrona na demodulação do sinal AM. Na prática, significa melhoria de recepção de estações fracas e atenuação de interferência de emissoras adjacentes. Este recurso, normalmente é encontrado em receptores mais sofisticados. Dentro destas características, este receptor é a melhor aquisição atualmente na faixa de US$ 200. Também, interessante notar, é que este modelo é fabricado inteiramente no Japão.

sony7600gr
Sony ICF SW-7600GR


Degen 1103

A Degen é um fabricante e desenvolvedor de equipamentos da China, e apresenta uma série completa de modelos de receptores desde modelos analógicos, digitais e até integrando gravadores MP3 em alguns de seus rádios. Se observarmos bem após compararmos o desempenho deste rádio com outros mais tradicionais e antigos como o próprio Sony 7600, é difícil não se chegar a conclusão que este rádio apresenta surpresas agradáveis ao radioescuta. Apesar de seu desenho e do seu grande visor ser um ponto de controvérsia – pois trata-se de um receptor digital que além da freqüência exibida, simula no visor um clássico dial – nos lembra o também famoso Sony ICF-40, que apresentava a mesma característica. Em particular, acredito que este tipo de visor que também sumula um clássico dial analógico, é uma forma de se manter a usabilidade a qual muitos usuários estão acostumados a usar no cotidiano. Desta forma, apesar de ser possível entrar a freqüência diretamente através de seu teclado, também é possível girar o botão de sintonia e acompanhar o traço “analógico” do visor correndo pelo dial, ao mesmo tempo que é exibido em passos de 1kHz a freqüência exata sintonizada.

Assim, no visor pode-se obter informações tais como a leitura analógica e digital, assim como o relógio, volume, nível de sinal (S-Meter) e também o estado de suas pilhas. Além de contar com 268 memórias para se guardar as emissoras prediletas.

Degen_display

Enfim, a China está muito avançada não só na fabricação, como especialmente em desenvolvimento de projetos de receptores, como é o caso do Degen 1103.

Degen1103_600px
Degen 1103


Grundig YB400-PE

A marca Grundig é reconhecida mundialmente pela qualidade de áudio de seus produtos, e fabrica excelente receptores de ondas curtas. Na linha dos portáteis, o YB 400 representa uma excelente relação custo e benefício. É uma ótima opção de portátil para uma escuta descompromissada onde o rádio é uma importante fonte de informação e lazer. Também possui capacidade de recepção de sinais modulados em SSB, porém, seu desempenho neste item é inferior ao Sony 7600GR, pois tende a apresentar distorção na presença de sinais fortes.  Em termos de sensibilidade, é comparável ao Sony, porém, não apresenta o recurso da detecção síncrona. Em destaque, possui dois filtros, um largo e um estreito, para permitir melhor seletividade nas faixas mais congestionadas. Também apresenta excelente qualidade de áudio, dentro da sua  categoria de portátil, este, superior ao Sony. Este receptor é fabricado na China e é um verdadeiro campeão em ondas médias. A Grundig quando foi adquirida pela empresa Éton, descontinou este modelo.

grundigyb400
Grundig Yatch Boy 400-PE


Sony ICF-2010

Este receptor é um verdadeiro clássico. Projetado em 1985 e fabricado até Março de 2003, ainda é uma referência em receptor semi-portátil. Apesar de ter sido substituído pelo modelo SW-77 que é mais sofisticado, o ICF-2010 ainda cativa uma legião de apreciadores. Apresenta capacidade de sintonia em SSB, saída para gravação remota, controle de ganho de RF, sintonia direta através de teclado, detecção síncrona, timer e outros recursos que o tornam uma opção excelente para Dxismo. Também, se destaca na recepção de Ondas Médias, onde acoplado a uma antena tipo quadro de loop ou de ferrite, possibilita a recepção de estações inclusive transoceânicas, com excepcional sensibilidade e seletividade. Este receptor, além de cobrir a faixa de Ondas Longas até Ondas Curtas e FM, também sintoniza a banda que compreende 116 MHz e 136 MHz, utilizado para comunicação aeronáutica. O receptor abaixo foi fabricado em 1991 e sua funcionalidade e acabamento continuam impecáveis. Este modelo também era integralmente fabricado no Japão com componentes eletrônicos japoneses.  Hoje, é consenso no mundo da radioescuta, que este rádio é uma verdadeira lenda, e um modelo a ser batido ainda devido ao seu alto desempenho, qualidade de projeto, e por ser fabricado no Japão, com requintes tecnológicos até então somente encontrados em modelos destinados a agências governamentais, estações de monitoração, operação embarcada e aplicações onde os requisitos tecnológicos são mais exigentes.

2010_Sarmento
Sony ICF-2010


ICOM IC-R75

Este receptor apesar de não ser considerado o estado-da-arte em tecnologia e recursos, atualmente apresenta excelente relação custo x benefício no mercado de receptores topos de linha, segundo análise da Radio Nederland e publicações especializadas Passport e WRTH. Devido as suas características de projeto, requer o uso de antenas adequadas ( desde um simples fio estendido até antenas mais elaboradas como dipolos, dipolos em v-invertidos e etc ) para se aproveitar de suas potencialidades. Este projeto nasceu da experiência da Icom em produzir transceptores para radio amadores e aplicações profissionais ( uso aeronáutico,  marítimo e monitoração de estações ) e é indicado ao radioescuta mais exigente. Apresenta excelente sensibilidade e recursos capazes de buscar as mais longínquas emissoras, com integração aos computadores através de interface padrão RS-232 e software da Icom. Observe que acima do receptor, está acoplado um pré-selecionador de antena com amplificador de RF integrado, que auxilia a escuta de emissoras mais fracas. Este pré-selecionador é fabricado pela MFJ Enterprises representada no Brasil pela RadioHaus.

r75mfj
Icom IC-R75 acoplado ao pré seletor ativo MFJ-1045C


Sangean ATS-909

Este receptor sempre foi considerado um modelo de alta qualidade e até um concorrente aos modelos mais sofisticados da Sony, como o 7600 e o 2010. È fabricado em Taiwan e apresenta grande quantidade de recursos, inclusive recepção em modo SSB para não só permitir a sintonia de emissoras utilitárias e radioamadores, como também, permitir a sintonia de emissoras que normalmente não seriam identificadas no modo AM tradicional. É um modelo portátil, de alta qualidade de recepção e ótima sonoridade, que pode ser levado para qualquer lugar, e junto com a antena de fio acondicionada em um prático carretel, pode proporcionar excelentes captações aos radioescutas mais exigentes.

SangeanATS_909


Sony ICF-2001

Este rádio é um verdadeiro clássico, pois se trata do primeiro rádio disponível no mercado a apresentar um microprocessador a permitir a sintonia digital de forma direta na teclado. Na realidade, este é o modelo que antecedeu o agora lendário Sony ICF-2010 (ou 2001D como é a denominação européia), inclusive suas dimensões, o material de acabamento utilizado é similar ao 2010. Este rádio era conhecido no Japão como “Voice of Japan” em alusão as transmissões internacionais em ondas curtas da Rádio NHK. Trata-se de um rádio robusto, com poucos recursos em comparação ao sucessor 2010, e não fez muito sucesso, pois foi fabricado durante 3 anos somente, porém, após 25 anos apresenta funcionamento pleno, com ótima qualidade de recepção, e bem prático para ouvir as emissoras prediletas. Enfim, uma peça para colecionador, que simboliza o inicio da fabricação de rádio portáteis digitais, fabricados no Japão, com alta tecnologia e qualidade. Este rádio em particular funciona até hoje, como rádio de mesa, e com o mesmo desempenho de quando saiu de fábrica.

sonyicf2001

Autor: Engº Sarmento Campos – http://www.sarmento.eng.br/Profile.htm

.

Deseja divulgar sua loja ou produto aqui? botao_fale_conosco-e1376744904691

Apoio na divulgação

mania-de-metal

ethos-125x125px SV_ads_125x125px_black-copy TST_ads_125x125px

.

Comments

comments